pesquise no blog

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Talvez esse tempo

Seja fuga mesmo.
Táxi um após outro.
Almoço sem guardanapo.
Garfo sem faca, talvez,
Sem mesura, eu
Rouco. Pouco.
Não acaba
Nada acaba
Vamos tentar de novo?
Talvez ele não queira
Talvez ela vá dizer que não pode
Pode? Uma coisa dessas?
Outro dia li que alguém foi atropelado
Porque corria.

Dormi contuso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário