pesquise no blog

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

súbito

cheguei
me obrigado a escrever
para nunca esquecer
se tratar
apenas disso.

minha carreira
antes fosse de cocaína
seria mais consistente
mais divertida
não pediria sempre e mais
tanta rima.

eu sou um ser contente
mas tão sem graça.

como posso me saciar
se quando fecho os olhos
o meu corpo se desliga do mundo
e com tranquilidade assustadora
sem o mundo
nem sequer
se embarga?

como eu posso ser tão autônomo?

ao ponto de corte,
eu ser autônomo
cada vez mais
sou amante
da morte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário