pesquise no blog

sábado, 27 de maio de 2017

Abandono

Cuidado!

Nem sempre é possível
Passar a roupa do corpo.

Nem sempre
Três refeições.

Nem
Bom sono.

Atenção,
Não quer dizer que é o fim de uma vida.

Não, cuidado! Tenha atenção!

Esse abandono seu
De si mesmo
É um modo
Sim, um modo
De dar-se atenção.

Nem sempre acolchoado.
Nem sempre a calmaria
Nem sempre o vento morno
E a garganta limpa.

Hoje esse abandono.

Quem se importa?

Esse abandono que domina
Os segundos.
Nem sempre é sempre
Mas hoje, ele te convida
A experimentar essa possibilidade
Esse cansaço de encaixar-se ao sol
Hoje não, hoje não virá.

Não haverá força.
Você deixa a coisa te abater.
Você já sabe que esse desconforto
Te participa,

Você mira através da janela e pensa
Como é cuidadoso se permitir se cansar
Se perder
Perder

Hoje, você perde
Para continuar perdido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário