pesquise no blog

sábado, 8 de abril de 2017

Estacione

Vem
Pare aqui
Ao meu lado.

A fumaça por vezes passa
Resta o silêncio
Entre nós
Querendo desatar.

Vento frio
Leve frio
Mas frio

Noite branda
Escura noite essa, não?
Por que não?

Confesso
Sua letra
Seu cabelo. Seu sorriso
Aquele abraço

A beijoca
Assim que se diz?
Aquele beijo estridente
Estupendo
Aquele
Aquilo
Isto
pois então

Fiquei demente.

Não pare
Não parte
Não vamos terminar

Continua
Mais
Mão no rosto
Abraço no laço

Não estacione
Vamos
Força

Até já, meu bem
Até já.

Nenhum comentário:

Postar um comentário