pesquise no blog

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Nina

Penso longe
Aqui agora
Tem muita neblina

Não é nada
Porém
Desde quando o nada
É cousa alguma?

Penso adiante
Porque pensar pro agora
Dá-me muita enzima
E sob ácido
Desmancho-me em rimas

Que não servem para nada
Exceto para
Nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário