pesquise no blog

domingo, 30 de setembro de 2012

se você tem que ir

eu peço que vá sem partir

 

a sua presença me suga

feito macarrão ao molho sugo

 

ele escorrega entretido em próprio sangue

ele sem o molho

é silêncio enroscado
e sem gosto futuro.

 

eu peço

se tiveres que partir

que parta sem deixar

papel

ingresso

lasca

que me faça
em ti
abrigo.

 

se tiver que ir

descubra como partir
evaporando

 

assim, caso eu ainda tente te achar

talvez corra o risco
saudável
de um suicidar-se.

Nenhum comentário:

Postar um comentário