pesquise no blog

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Fora

Desligou o televisor. Percebeu que o café estava frio. Era noite. Um silêncio dentro de casa o deixou nervoso. Haveria vida lá fora? Alguma coisa? Que horas são?
O jornal daquele dia dormia sob a poeira. O televisor cansado, ele também esgotado. Tomei leite, pensou. Deve ser o leite pesando meu estômago. A coluna me dói todo. Eu queria não ter vivido hoje.
Ouviu, longe, uma música estranha. Queria estranheza. Sexo do alheio. Do vizinho. Qualquer gracejo. Tudo dói. Não estava acostumado a nada disso.
Amanhã é que dia? Mirou o calendário. Que dia? Não sabia. Serei reprovado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário