pesquise no blog

domingo, 28 de setembro de 2014

Ovos

Noite
Olhos sem fundo

Silêncio
Já nem roncas mais

Deitado
Observo o tanto
Que em mim
Você me faz.

Se eu um dia
Voltar a escrever poesias
Será apenas porque você
partiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário