pesquise no blog

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Não sei compreender

Eu olho o mundo lá embaixo.
Apesar de voando,
sinto-me essencialmente
pequeno
O mundo é mais vasto.

Penso na possibilidade da morte
E ela me parece certa.

Não me interesso pelo fim
como escolha
Mas sei, eu sinto
Eis no mundo algum mistério ainda não resolvido
O morrer.

Olho o mundo lá embaixo
Filtrado por nuvens
Vejo os tetos das casas e prédios
(ninguém pensa neles
Ninguém pensa que os tetos um dia seriam vistos)

O seu amor, meu amor
Me faz quase o mesmo
Talvez não importe dizer
Mas o seu amor, meu amor
É como
Como dizer?
Eu não sei

Sinto-me privilegiado pela nossa façanha
Sinto-me envergonhado pela minha constante desconfiança

Eu estou dançando
Sobre nuvens
Agora
Ouvindo uma música qualquer
Que mesmo qualquer
Me interessa

Ela diz
A música
Deixe eu ver suas mãos no alto
No alto
No ar
E cantarola coisas que não sei compreender


...

Nenhum comentário:

Postar um comentário