pesquise no blog

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

medo

de não conseguir mais escrever sobre a vida, sobre as coisas, sobre mim, sobre mim, sobre ficções, sobre as dores os cortes as vontades os desejos e sexos consumidos. medo profundo de ficar sem vocabulário e não conseguir sequer se aproximar do inatingível. medo de perder a poesia. medo de perder as linhas e nelas se enforcar sem restar tempo para dizer que inda respiro. medo de continuar achando tudo chato e sem graça. medo de continuar achando tudo normal. medo de assumir que não sei lidar com trinta coisas. medo profundo de acostumar a temer e não mais tremer e não mais ruir e nisso ir ficando e nisso ir indo como quem não sente que… eu não estou conseguindo escrever mais. eu não estou conseguindo. algo em mim bloqueia o verbo, algo em mim pede dança, pede droga, pede beijo e não mais palavras. estou chateado. estou ficando triste. velho. eu não sei. eu quero que isso acabe logo. eu quero voltar à poesia. onde estou onde estamos por que é que agora não conseguimos dar as mãos?

eu me perdi. e isso não é metáfora. que pena. gostaria que fosse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário