pesquise no blog

sábado, 16 de fevereiro de 2013

INACREDITADO

parabéns ---
ainda não ---

antes de ligar

eu rememoro aquilo que julgo
não poder esquecer.

penso na dor causada
nas palavras omitidas.

não vou ligar apenas
para desejar alegrias mil.

não, isso não
não posso não vou não.

lembro o pranto da mãe
feito torrente caindo.

lembro a sem gracez do pai
querendo aceitar blasfêmia.

lembro de mim, vagando
tentando me importar
(com aquele que diziam ser da minha família).

como pode de dentro
tão de dentro
sair a coisa mais mesquinha?

eis então que os anos passaram
e eu continuo, meu irmão
inacreditado

eu continuo, irmão
descrente de ti
do seu sucesso
dos seus propósitos

para mim, você só desejo mesmo
é ser sucesso
mais valia
e todo o resto.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário