pesquise no blog

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Uma dúvida

Encontrei hoje com uma amiga que sempre entra neste blog
Ela me perguntou por que eu estava sumido daqui, por que estava escrevendo tão pouco
Eu fiquei sem saber
Afinal
Para onde foi a poesia que tanto me tocava?
Não quero inventar silêncios
Nem gastar o peito sobre metáforas de amor
Morro vivendo as horas
E nisso a ela digo
A poesia foi libertada
Saiu da prisão blog
E hoje está na rua

Nua e desarticulada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário