pesquise no blog

domingo, 14 de agosto de 2011

transmutação

a bruxa se comove em mim e não assume definição.

está impossível encontrá-la
e quando a pressinto
ela de mim se vai e me deixa
assim
improfícuo.

a bruxa se transmuta em mudismo
em torrente incapaz de fazer
germinar.

aguardo
ligeiro
ansioso
o porto
o corpo
meu
desperto
e louco
por contê-la
por dar-lhe ordem
e chama viva.

que difícil é por vezes
esse negócio called
poesia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário